Após vitória esmagadora dos conservadores, parlamento Britânico aprova acordo do Brexit.

Assine e receba as novidades em seu e-mail:

Após a vitória esmagadora do Partido Conservador nas eleições no Reino Unido, quando o Partido Trabalhista teve a maior derrota desde 1935, o primeiro ministro Boris Johnson foi reconduzido ao cargo e tratou de, agora com maioria absoluta, prosseguir com os planos para concluir o Brexit.

Apesar de ter sido aprovado em um referendo em 2016 quando 51,8% da população decidiu-se favorável à saída do Reino Unido da União Européia, o congresso enfrentava dificuldades para concretizar essa saída, não conseguindo constituir maioria que definisse os rumos do Brexit.

As eleições gerais só ocorreriam em 2022, mas para evitar continuar os entraves na decisão, os maiores partidos decidiram convocar antecipadamente as eleições gerais para 12 dezembro de 2019, com o partido conservador vencendo 365 das 650 cadeiras do parlamento, constituindo maioria absoluta da casa.

Nesta sexta-feira, o parlamento votou a proposta de Johnson para o Brexit, que obteve 358 votos favoráveis e 234 contrários.

Os detalhes da proposta ainda serão discutidos e alterações propostas serão votadas nos dias 7 até 9 de janeiro, mas a tendência é que se consiga aprová-lo sua maior parte, uma vez que há uma maioria firmada do partido do primeiro ministro.

A previsão é que o Reino Unido já saia da União Européia até o dia 31 de janeiro de 2020.

Posts Relacionados:

Anúncios

Posts Mais Recentes:

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s